Confira dicas de como chegar ao primeiro R$ 1 milhão

Confira dicas de como chegar ao primeiro R$ 1 milhão

Primeiro passo é controlar contas e, depois, diversificar investimentos, dizem especialistas

Sabe aquela história antiga de conquistar R$ 1 milhão? Com a melhora no nível de renda do brasileiro, o emprego em alta e a expectativa positiva com o crescimento da economia, alcançar essa marca pode ser menos difícil do que você imagina.

As principais condições para isso são poupar uma parte do orçamento mensal e encontrar um fundo que ofereça um bom rendimento.

Porém, chegar ao primeiro milhão exige planejamento, talento para enxergar oportunidades e lembrar que não é um processo de curto prazo, diz o especialista em finanças e escritor Gustavo Cerbasi, que defende a tese de que ?enriquecer é uma questão de escolha?.

- Começar [a poupar e investir] não é fácil. Quando falamos de planejamento financeiro, sugiro às pessoas que façam o mínimo de controle das contas, e isso toma tempo. A pessoa tende a desanimar, mas se ela insiste, a tendência é o planejamento se tornar algo natural na vida. Depois, o segundo passo é partir para os investimentos.

Rogério Thomé, sócio-diretor da Alta Vista Investimentos, afirma que atingir R$ 1 milhão é possível, principalmente porque o dinheiro hoje não vale tanto quanto há 15 anos. O economista sugere que o brasileiro guarde parte do salário e invista em uma aplicação que renda acima da inflação.

- Se a pessoa escolher a poupança, será difícil atingir o primeiro milhão com os rendimentos porque, ultimamente, na prática, ela só corrige a inflação [a poupança paga cerca de 0,5% ao mês de juros].

Para acelerar o processo, Thomé recomenda investir em títulos públicos do Tesouro Nacional, que pagam, atualmente, quase 6% por ano, já descontada a inflação ? no ano passado, o índice oficial do governo, o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), ficou em 4,31%.

Exemplo

Thomé usa o exemplo de um trabalhador que ganha R$ 3.000, consegue guardar R$ 850 ao mês (quase 30% do salário) e investe o dinheiro em um título público que paga 6% ao ano (renda fixa). Em 35 anos, ele consegue acumular R$ 1 milhão.

Para comprar títulos do Tesouro Direto, o interessado deve procurar o site do programa ou entrar em contato com uma agência de investimentos ? a Alta Vista cobra taxa anual de 0,25% sobre o rendimento.

O economista recomenda, porém, diversificar as aplicações, porque ?acumular um milhão será muito difícil para quem só tem renda fixa?. Isso significa investir em várias modalidades, como ações, fundos de investimento, títulos de empresas, aplicações com juros pré-fixados e pós-fixados, entre outros.

Deu certo!

Em palestra na Expo Money em São Paulo, Cerbasi usou seu próprio exemplo de vida para comprovar que é possível virar um milionário. A trajetória começou quando decidiu deixar a faculdade de engenharia para fazer administração. Aos 20 anos, Cerbasi deu aulas de inglês para se sustentar e tinha uma renda pequena.

Depois, vieram as aulas de finanças por causa da facilidade de se comunicar. Aos 30 anos, com renda mensal de cerca de R$ 20 mil, já acumulava um patrimônio de R$ 500 mil. Após uma pausa para um negócio frustrado no Canadá, voltou e, aos 31 anos, alcançou renda mensal de R$ 35 mil e chegou ao R$ 1 milhão em patrimônio.

A pedido do R7, Cerbasi elaborou uma planilha para mostrar como é possível chegar ao primeiro milhão. Para montar o esquema, o especialista em finanças considerou valores atuais e descontou o imposto de renda e a inflação dos cálculos.

MAIS NOTÍCIAS:

http://noticias.r7.com/economia/noticias/veja-como-chegar-ao-seu-primeiro-r-1-milhao-20101011.html

Fonte: R7, www.r7.com