Consumidor atento muda hábitos; veja tabela de preços

Consumidor atento muda hábitos; veja tabela de preços

Como resultado final, o supermercado que alcançou o valor mais vantajoso para a lista de produtos pesquisados foi o Hiper Bompreço.

Com o início do mês que é marcado pelo Dia do Trabalhador, 1 de maio, muitos teresinenses aproveitaram a véspera do feriado para fazer compras, lotando os supermercados da capital.


Clique aqui e veja tabela de preços

Quem fez essa opção encontrou alguns estabelecimentos com preços em conta e promoções para alguns itens do departamento de bazar e de eletrodomésticos. A maioria já se prepara para as vendas e a movimentação típica trazida pela comemoração do Dia das Mães.

De acordo com a Pesquisa Semanal de Preços realizada pelo Jornal Meio Norte, em relação aos preços, alguns estabelecimentos - que haviam mantido a alta registrada para certos produtos mais consumidos na Semana Santa - voltaram à normalidade e a diferença entre o supermercado que atingiu o maior preço para aquele que ficou com o menor valor foi de R$ 16,49. Isso aconteceu, principalmente, pela influência do preço das frutas e verduras.

Como resultado final, o supermercado que alcançou o valor mais vantajoso para a lista de produtos pesquisados foi o Hiper Bompreço, (R$ 208,32). Esta é a quarta semana consecutiva que o Bompreço obtém a primeira colocação entre os demais supermercados pesquisados.

Em segundo lugar ficou o Extra (R$ 213,02). Por outro lado, o supermercado que alcançou a marca de menos vantajoso para o bolso do consumidor foi o Pão de Açúcar (R$ 224,81).

?Antes eu só comprava em um supermercado local, achando que por ser mais popular também era mais barato. Com a pesquisa do jornal que passei a acompanhar toda semana, eu vi que não é bem assim e agora eu compro mais no Hiper Bompreço, que geralmente está mais barato?, explica a dona de casa Francisca Celeste da Rocha, que nos abordou em um dos supermercados pesquisados para dar seu depoimento.

Já na pesquisa dos atacados, houve mudança nas colocações. O Makro voltou a ocupar o primeiro lugar, com uma soma de R$ 86,49. O Carvalho Atacadão, que diversas vezes seguidas ocupou o último lugar no ranking, conseguiu melhorar substancialmente o desempenho, ficando em segundo lugar (R$ 86,98).

O Maxxi, campeão da semana passada, caiu para a terceira colocação, com R$ 87,22, enquanto o Atacadão Carrefour ficou em último lugar, com R$ 88,47.

O equilíbrio entre os atacadistas fica evidente em dois índices: na diferença do estabelecimento mais caro para o mais barato (R$ 1,98) e na diferença do primeiro para o segundo lugar, de apenas R$ 0,49.

Não foram contabilizados na soma geral os produtos farinha de mandioca e sardinha em óleo comestível, já que não foi possível encontrar opções com a mesma gramatura em todos os atacados. Além disso, só entram na soma os produtos presentes em todos os locais pesquisados.





Fonte: Dowglas Lima, Jornal Meio Norte