Consumidor precisa gastar R$ 617 mil no cartão para ganhar TV

Consumidor precisa gastar R$ 617 mil no cartão para ganhar TV

Para um prêmio bem mais simples, como uma luminária para livro, é necessário juntar 1.000 pontos.

Os pontos que os consumidores juntam nos cartões de crédito podem ser trocados por uma série de produtos e serviços. Mas é preciso consumir muito para ganhar os pontos necessários aos prêmios.

No programa Sempre Presente, do Itaú, para ganhar uma TV Led de 55 polegadas, é preciso juntar 302.900 pontos. Seria preciso gastar R$ 617.068 (o equivalente a US$ 302.900) para conseguir a TV. Isso considerando-se sempre os cartões que dão 1 ponto a cada US$ 1. Alguns dão mais.

Geralmente, o cliente também ganha uma leva grande de pontos adicionais em ocasiões específicas, como quando faz aniversário ou adere ao programa de pontos. Muitas vezes, milhares de pontos são dados de uma só vez.

Para um prêmio bem mais simples, como uma luminária para livro, é necessário juntar 1.000 pontos. Seria preciso gastar R$ 2.037 (o equivalente a US$ 1.000), para ganhar esse brinde.

No programa de fidelidade da Bradesco Cartões, a troca pode ser feita a partir do acúmulo de 1.900 pontos, que dão direito a um termômetro digital.

Isso significa que é preciso gastar R$ 3.870 (ou o equivalente a US$ 1.900) para ganhar o termômetro. Para efeito de comparação, um termômetro do mesmo tipo e da mesma marca pode ser comprado, na internet, a preços que variam de R$ 12,90 a R$ 29.

O produto que vale mais pontos é uma lavadora de roupas (210.900). Se cada US$ 1 valer um ponto, será preciso gastar R$ 429.645 para ganhar a lavadora.

Fonte: UOL