Consumidora encontra sustância não identificada em suco AdeS

Consumidora encontra sustância não identificada em suco AdeS

Parecia um pedaço de carne. Já estávamos em alerta por causa do que temos visto ocorrer com os sucos

Quando a técnica de enfermagem Juliana Andrade, de 25 anos, percebeu que o suco AdeS de pêssego que ela e o marido bebiam estava com gosto aguado, decidiu abrir a caixa da bebida. No fundo, encontrou uma substância marrom estranha:

? Parecia um pedaço de carne. Já estávamos em alerta por causa do que temos visto ocorrer com os sucos.

Juliana entrou em contato com o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) da Unilever, fabricante da bebida (que estava na validade). Na resposta, a empresa tratou o caso como problema no suco de maçã e não de pêssego, o que, para a consumidora, pareceu uma resposta padrão.


Consumidora encontra sustância não identificada em suco AdeS

A coordenadora da Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste), Maria Inês Dolci, recomenda que pessoas que passem pelo mesmo problema procurem o fabricante e os órgãos de defesa do consumidor:

O contato da mãe de Juliana, Adriana Andrade, de 43 anos, com a Delegacia de Crimes contra o Consumidor (Decon), foi desanimador.

? Fui informada de que, em casos assim, o fabricante pode argumentat que a pessoa colocou alguma coisa no produto. Eu precisaria ter uma caixa fechada do suco.

A Unilever afirmou apenas que é praxe do sistema pedir mais informações para que providências sejam tomadas.

Fonte: Extra