Correios dizem que 80% dos funcionários estão trabalhando

Correios dizem que 80% dos funcionários estão trabalhando

Ontem, o TST concedeu liminar que obriga os funcionários grevistas a manter 40% do efetivo em cada uma das unidades.

Os Correios divulgaram nota nesta segunda-feira informando que 80% dos funcionários estão trabalhando e que as agências estão abertas à população.

A estatal disse ainda que existem unidades operacionais sem nenhuma adesão à greve, que teve início em 14 de setembro. No entanto, diz que há locais em que mais de 40% dos empregados estão parados.

Ontem, o TST (Tribunal Superior do Trabalho) concedeu liminar que obriga os funcionários grevistas a manter 40% do efetivo em cada uma das unidades dos Correios.

"É a esses casos, em especial, que a decisão se refere", afirma o comunicado.

CONCILIAÇÃO

Após a categoria ter rejeitado proposta de consenso acertada em audiência no TST, o tribunal antecipou de segunda-feira para hoje, às 14h, a audiência de conciliação entre as partes. O objetivo é tornar possível julgar o dissídio de greve já no começo da próxima semana.

A Fentect (Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios, Telégrafos e Similares), protocolou o resultado das 35 assembleias dos sindicatos de todo o país. Todos rejeitaram a proposta.

O texto previa a reposição da inflação de 6,87% (com pagamento retroativo a agosto) e um reajuste linear de R$ 80 a partir de outubro.

O balanço mais recente apontou atraso na entrega de 159 milhões de objetos.

BANCÁRIOS

A greve dos bancários chegou hoje ao 11º dia. De acordo com a Contraf (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro), 8.758 agências não abriram as portas ontem no país.

Segundo a entidade, o número corresponde a 43,6% das agências do país.

Fonte: Folha.com