Corretora é multada em R$ 17 milhões por fraude na Bovespa

Corretora é multada em R$ 17 milhões por fraude na Bovespa

As operações fraudulentas da corretora envolviam opções flexíveis do principal índice da bolsa paulista

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) condenou o diretor da corretora Ipanema, Antônio Cláudio Lage Buffara, a pagar multa de R$ 800 mil por "criação de condições artificiais de demanda, oferta ou preço de valores mobiliários" em negócios feitos na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F) entre março de 2000 e fevereiro de 2002. Entre os outros dez diretores e operadores acusados de fraude, dois foram também penalizados com multas individuais que, somadas à de Buffara e à do Grupo Ipanema, chegam a R$ 17,761 milhões.

Segundo a reguladora de mercado de ativos, as operações fraudulentas da corretora envolviam opções flexíveis do principal índice da bolsa paulista (Ibovespa), dólar e swap de câmbio.

Em janeiro de 2002, o Banco Santander Brasil solicitou investigação contra a corretora por encontrar diferenças entre as taxas contratadas e confirmadas de swap de DI por dólar em operações feitas com intermediação da Ipanema, o que, de acordo com o banco, teria causado um prejuízo de US$ 1,936 bilhão.

Só a corretora sozinha foi penalizada com duas multas de R$ 9.198.804 e R$ 6.962.740, referentes às duas pessoas jurídicas que integram o Grupo Ipanema.

Alcyr Duarte Collaço Filho e Cândido Vinicius Bocaiúva Barnsley Pessoa, também diretores do grupo, terão de desembolsar R$ 400 mil cada um.

Conforme a CVM, os acusados poderão recorrer da decisão.

Fonte: Terra, www.terra.com.br