Cresce mercado de artigos de decoração para festas em Teresina

Empresários de Teresina investem no aluguel de decoração para festas. Segundo a arquiteta Lígia Pimentel, que trabalha em empresa na zona Leste, nesse tipo de segmento, a cidade já se firmou no mercad

Cresce em Teresina o mercado de aluguel de decorações e artigos para festas. Segundo a arquiteta Lígia Pimentel, que trabalha em empresa na zona Leste nesse tipo de segmento, a cidade já se firmou no mercado de aluguel de decoração. “Teresina tem público muito bom, inclusive em certas datas não conseguimos atender a tantos clientes de tão grande que é a demanda”, afirma.

São empresas que investem em artigos de cristais, mesas de jantar, louças, talher, peças decorativas, além de peças para servir tanto na praticidade como também na comodidade. É nas festividades de final de ano que as lojas de aluguéis oferecem vantagens aos clientes, pois ao invés de comprar tudo e deixar um estoque de uma decoração de festa antiga, o cliente apenas devolve a decoração que alugou. Além disso, uma loja de aluguel pode adaptar ao gosto de cada cliente.

O aumento desse tipo de mercado chega em todas as zonas na capital. A arquiteta confirma que o Natal e Ano-novo são as melhores épocas do ano. “No final de ano o aumento do número de clientes chega, no mínimo, a 40%. Ainda somente no final do ano, atendemos cerca de 193 clientes pagantes, fora os que fazem reservas para pagar depois.”, explica.
Ela conta que hoje as pessoas se programam mais e agendam com antecedência suas festas, além de serem exigentes quanto à sua programação dos sonhos. “Os clientes pedem diferentes segmentos, que variam de tons dourados, infantis, Natal e também interferem até na árvore de Natal”, afirma.

Lígia conta sobre os preços dos aluguéis, que dependem do tamanho da festa, formato ou tipo de decoração, mas que variam entre R$200 a R$500, além de ter um diferencial. “Podemos entregar dia antes para decorar, caso a festa seja maior, ou se for pequena, fazemos a decoração no mesmo dia”.

Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Daniely Viana