Decisão eleitoral pode não resolver instabilidades na Bolsa, segundo especialistas

Os investidores não gostam de incertezas. E quando isso acontece, eles preferem se retirar

A queda do Mercado Financeiro ainda permanece, de acordo com a proximidade das eleições. Especialistas no assunto ainda estão indecisos acerca do fim da instabilidade após o segundo turno, que vai acontecer no próximo domingo, 26.

De acordo com o diretor da Escola de Investimentos Leandro&Stormer, Alexandre Wolwacz, a incerteza, especialmente por aspectos internos do Brasil, é o principal motivo para a inconstância do mercado.

— Os investidores não gostam de incertezas. E quando isso acontece, eles preferem se retirar por causa do risco elevado. Na segunda-feira, ainda é esperado que o mercado fique instável, esperando uma definição de rumo para os próximos quatro anos. Por isso, deve levar uma ou duas semanas para diminuir de forma gradual a volatilidade.

Clique aqui e curta a página do meionorte.com no Facebook

Fonte: R7