Demanda alta faz setor gastronômico crescer 16,55% em todo Piauí

A opção de comer fora de casa tem fornecido mais praticidade para as pessoas.

Comer fora de casa não é mais um hábito de luxo, mas sim uma rotina de muitos teresinenses hoje em dia. Dados de uma pesquisa realizada pela Central Mailing List, empresa especialista em fornecer banco de dados, as regiões Norte e Nordeste são as que mais crescem neste segmento gastronômico, se comparadas ao ano de 2011. No Piauí esse crescimento foi de 16,55%, ficando atrás somente do Amapá com 21,35% e do Pará com 17,40%.


Demanda alta faz setor gastronômico crescer 16,55% em todo Piauí

Dentro desta realidade, os restaurantes self-service e outros estabelecimentos fast-foods têm ganhado destaque e acompanhado todos os dias grande fluxo de clientes.

Segundo Jorge Holanda, proprietário de um restaurante self- service e presidente da associação de bares e restaurantes em Teresina, a opção de comer fora de casa tem fornecido mais praticidade para as pessoas.

?É possível notar que na hora do almoço esses locais são extremamente lotados. Isso porque oferecem um atendimento rápido e prático, bem ao gosto de pessoas que trabalham o dia inteiro fora e só tiram cerca de 10 minutos para o almoço?, explica o presidente.

Não só no centro e na zona Leste da capital, mas também nos bairros mais afastados. Os restaurantes self-service também devem ganhar maior destaque na zona Norte da capital.

Conforme Plínio Marcus, que pretende abrir brevemente um restaurante no Mocambinho, a necessidade deste tipo de estabelecimento nesse local vem suprir a grande demanda existente.

?Nos bairros mais populares, a demanda que procura esse tipo de serviço tem crescido a cada dia. Isso porque muitos não querem mais ter despesas com produtos para a alimentação diária e também com empregadas domésticas. A vida moderna tem sido cada vez mais almejada?, comenta Plínio.

Os estabelecimentos fast foods também não ficam atrás e ganham cada vez mais espaço dentro da capital. Com o aumento do número de franquias, o segmento desta comida mais rápida também tem atraído inúmeros teresinenses.

De acordo com Josineide Lins, proprietária de um desses locais, as dificuldades com mão de obra e deslocamento são os principais fatores que tem contribuído para a grande procura. ?Escolhendo este tipo de serviço as pessoas tem economizado tempo e dinheiro?, confirma a proprietária.

Fonte: Thauana Cavalcante