Desemprego fecha ano cem 4,3%, a menor taxa da história, aponta IBGE

Taxa média do ano passado ficou em 4,8%, a menor de toda a série

O desemprego repetiu a taxa de 2013 e ficou em 4,3% em dezembro do ano passado, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (29) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Assim como em 2013, o índice é o menor desde o início da série histórica, em março de 2002.


Considerando todos os meses do ano passado, a taxa média também foi a mais baixa da série, ao atingir 4,8%. Em 2013, havia sido de 5,4%.

Em 2014, os salários médios das pessoas ocupadas subiu 2,7% em relação a 2013 e chegou a R$ 2.104,16. Na comparação com 2003, no início da série, o aumento foi de 33,1%. Em dezembro do ano passado, o rendimento médio era de R$ 2.122.10 - valor 1,8% abaixo do pago no mês anterior, no entanto, 1,6% acima do de dezembro de 2013.

Em dezembro, a população desocupada caiu 11,8% nas seis regiões pesquisadas, para 1,051 milhão, em relação ao mês anterior. Já na comparação com dezembro de 2013, a baixa foi bem menor, 0,9%. Na outra ponta, a população ocupada chegou a 23,224 milhões no último mês do ano, recuando 0,7% em relação a novembro. Na comparação com dezembro do ano anterior, ficou quase estável.

No ano passado inteiro, a população desocupada caiu 10,8% diante de 2013, para 1,176 milhão de pessoas. Por outro lado, a média anual da população ocupada nas seis regiões pesquisadas em 2014 diminuiu um pouco, 0,1%, em relação a 2013, para 23,087 milhões de pessoas.

Quanto aos trabalhadores com carteira assinada, o percentual em dezembro ficou em 11,807 milhões. Em todo o ano passado, esse contingente chegou a 11,7 milhões de pessoas, contra 11,6 milhões no ano anterior. Quando se compara esse índice à população ocupa. O IBGE observa que, em 12 anos, esse contingente cresceu 59,6%.

Clique aqui e curta o Meionorte.com no Facebook

Fonte: G1