Desemprego mostra taxa estável no mês de julho, afirma Dieese

Desemprego mostra taxa estável no mês de julho, afirma Dieese

Em julho, houve aumento de 14 mil pessoas no contingente total de desempregados. O nível ocupacional ficou em 0,3%

A taxa média de desemprego ficou em 11% em julho, mesmo resultado verificado em relação a junho nas sete regiões metropolitanas pesquisadas pelo Dieese em parceria com a Fundação Seeade. Segundo dados da Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED), divulgada nesta quarta-feira (31), a taxa de desocupação ficou praticamente estável em todas as regiões: Distrito Federal, Belo Horizonte, Fortaleza, Porto Alegre, Recife, Salvador e São Paulo.

Em julho, houve aumento de 14 mil pessoas no contingente total de desempregados. O nível ocupacional ficou em 0,3%.

Na análise por setores, o nível de ocupação teve recuo somente em serviços, com queda de 0,3%. O comércio aumentou 1,2% seu contingente, assim como a indústria, que registrou alta de 1,2%. O nível em outros setores (que inclui serviços domésticos e outros ramos de atividade) cresceu 0,8% entre julho e o mês anterior e em construção civil, na mesma base de comparação, aumentou 0,5%.

O rendimento médio real dos ocupados manteve-se em queda pelo oitavo mês consecutivo, ao recuar 0,5% na comparação com junho, para R$ 1.356.

Fonte: g1, www.g1.com.br