Desvalorização acumulada no ano é a maior da história

Dados da Economatica apontam que moeda norte-americana se desvalorizou 18,52% ante o real até 21 de julho

A desvalorização do dólar ante o real acumulada em 2009 já é a maior da história no País, de acordo com dados da consultoria Economática.

A cotação da moeda norte-americana caiu 18,52% até o dia 21 de julho, chegando a R$ 1,9043 na terça-feira. Os dados se referem à cotação de venda para a Ptax, taxa média das cotações ponderada pelo Banco Central. Em 31 de dezembro, a moeda era cotada a R$ 2,3370. A maior desvalorização antes deste ano havia sido em 2003, quando o dólar caiu 18,23% no período.

Segundo o sócio-diretor da consultoria BMI BankRisk Management, Antônio Dirceu Miranda, o dólar vem se desvalorizando em todo o mundo, como consequência da política monetária do governo norte-americano, que é uma política de alto endividamento. "O dólar está caindo porque houve muita emissão nos últimos anos, seja em forma de dívida, seja em forma de moeda."

Também há fatores específicos na economia brasileira que ajudam na valorização do real, entre eles o aumento das exportações e dos preços das commodities, que vem puxando para cima o saldo da balança comercial.

Dados mostram que o saldo comercial brasileiro em junho ficou em US$ 4,625 bilhões, o maior desde dezembro de 2006. Além disso, o fluxo de dólares para o Brasil reverteu a tendência de queda a partir de março, como resultado do saldo positivo na balança e da retomada de investimentos no mercado brasileiro, principalmente em ações. Com a entrada maior de dólares no País, a oferta da moeda aumenta no mercado e a tendência da taxa de câmbio é cair.

Fonte: Estadão, www.estadao.com.br