17 produtos estavam em falta nas prateleiras dos atacados durante pesquisa

17 produtos estavam em falta nas prateleiras dos atacados durante pesquisa

A pesquisa é realizada levando em conta 38 produtos. Por conta da ausência de alguns itens, o levantamento ficou prejudicado

A falta de produtos nas prateleiras dos principais atacadistas de Teresina ainda é um problema verificado constantemente na pesquisa do Jornal Meio Norte.

Até mesmo produtos de marcas mais conhecidas e que geralmente estão disponíveis em todos os estabelecimentos, como água sanitária Brilux e esponja de aço Bombril, faltam na maioria dos atacados.

Esta semana, este fator fez com que apenas 21 produtos entrassem na soma geral da pesquisa. Dos 38 itens pesquisados, 17 não puderam fazer parte da soma final, pois em um ou dois estabelecimentos estes produtos não estavam sendo ofertados nas prateleiras.

Assim, considerando apenas a soma dos 21 produtos, o Maxxi foi o estabelecimento que se apresentou como o mais vantajoso. Com soma de R$ 60,35, ele teve uma diferença de R$ 2,90 em relação ao segundo colocado (Atacadão). Na semana anterior, o Atacadão era o líder do ranking, mas devido ao resultado da soma (R$ 63,04), ele ficou com a segunda colocação.

Apresentando uma diminuição de preços, o Carvalho Mercadão se superou e passou à frente do Makro, que ficou com a última colocação. Com uma diferença de apenas R$ 0,59, o Carvalho ficou com a terceira posição no ranking, já que teve soma de R$ 63,25. Por último e se mostrando como o mais caro para o consumidor, o Makro teve o valor da soma final de seus 21 itens de R$ 63,84.

SUPERMERCADOS - O Extra, com uma soma de R$ 380,77, continua mais em conta para o bolso do consumidor e fecha a tabela desta semana com este preço que é ainda mais barato que o encontrado na última pesquisa (R$ 382,46).

O Comercial Carvalho também permanece na mesma posição da semana passada, ou seja, em segundo lugar. Ele, que obteve um total de R$ 399,36 na última quarta-feira, chega nesta com o valor de R$ 394,97 para os itens pesquisados. A diferença entre os dois primeiros colocados da pesquisa foi de R$ 14,20.

Já o Pão de Açúcar fecha esta semana com um total de R$ 406,30 e na mesma posição da última pesquisa, a terceira.

Em comparação com a semana passada, quando alcançou o índice de R$ 406,41, ele chega nesta semana com R$ 0,11 mais barato.

O Hiper Bom Preço continua em quarto lugar e a soma desta semana fica no valor de R$ 410,66, total mais barato do que o encontrado na última pesquisa (R$ 412,75). A diferença entre este estabelecimento, com um total mais caro para o consumidor, e o Extra (primeiro colocado) ficou na quantia de R$ 29,89.













Fonte: Flávia Araújo e Aline Damasceno