Dieese: 94% dos pisos salariais aumentaram acima da inflação

O cálculo é baseado no INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) acumulado nos 12 meses de cada reajuste.

No ano passado, 94% de 660 pisos salariais tiveram um aumento acima da inflação, segundo estudo divulgado pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) nesta terça-feira. Como em outros 2% dos casos o aumento foi igual à inflação, apenas 4% dos pisos tiveram perdas salariais reais em 2010.



O cálculo é baseado no INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) acumulado nos 12 meses de cada reajuste. A pesquisa foi feita com dados coletados do Sistema de Acompanhamento de Salários do próprio Dieese, que desde 2004 analisa os resultados das negociações coletivas dos pisos salariais.

Para o Dieese, o cenário pode ser considerado também positivo pelo fato da maioria dos pisos salariais ter tido aumento de 2% a 6% acima da inflação. O maior reajuste de piso salarial representou um ganho real de 34,3% acima da inflação. A maior perda foi de 8,6%.

O estudo afirma que esse bom desempenho está ligado ao comportamento da economia, com o crescimento de 7,5% do PIB (Produto Interno Bruto).

Outros dois motivos apontados pelo Dieese foram o aumento do salário mínimo de 9,68% e o crescimento do emprego formal.

De acordo com dados do Ministério do Trabalho, houve a criação de 2,8 milhões de vagas formais. Quase um terço dos pisos possui valor de até R$ 550 e pouco mais da metade de até R$ 600. Apenas 6% dos pisos são superiores a R$ 1.000.

Fonte: Folha.com