Diferença de R$ 12 garante o primeiro lugar na pesquisa feita pelo Jornal Meio Norte

Diferença de R$ 12 garante o primeiro lugar na pesquisa feita pelo Jornal Meio Norte

O primeiro lugar está há semanas sem mudar de posição. Esta semana, o estabelecimento reduziu mais os preços e se distanciou ainda mais dos demaisDife

Por muitas semanas consecutivas o Extra permanece em primeiro lugar na pesquisa de preços. Ele fecha esta quarta-feira com um total de R$ 381,63 e com uma redução de R$ 17,24 em relação ao total obtido na semana passada (R$ 398,87).

Já a segunda posição é ocupada pelo Pão de Açúcar, que obteve um total de R$ 399,60 na última pesquisa e nesta semana chega ao valor de R$ 393,54 para o total de itens pesquisados. A diferença entre os dois primeiros colocados foi de R$ 11,91.

O Comercial Carvalho ocupa o terceiro lugar do ranking de preços desta semana, apresentando um valor mais barato para a cesta (R$ 398,55) em comparação com a semana passada (R$ 405,01).

Em quarto lugar, o Hiper Bompreço fecha esta pesquisa com uma soma de R$ 418,85, chegando a ser mais cara do que a soma encontrada na última pesquisa (R$ 424,88). A diferença entre este estabelecimento, que se apresenta como o mais caro para o bolso do consumidor, e o Extra (primeiro colocado) ficou na quantia de R$37,22.

ATACADOS - Depois de ter ficado em último lugar no ranking dos atacadistas, o Atacadão voltou a ocupar a primeira colocação, com valor total da soma dos produtos de R$ 73,35. Mas, o Maxxi continua sendo o principal concorrente deste estabelecimento. Ocupando a segunda posição e com a soma de R$ 74,08, a diferença entre eles foi de apenas R$ 0,73.

Em terceiro lugar na lista dos atacadistas mais baratos, apareceu o Makro, com soma final de R$ 78,90. Este atacadista apresentou uma redução no valor da soma, já que em semanas anteriores ele vinha ocupando o último lugar. A diferença entre ele e o primeiro colocado foi de R$ 5,55.

O Carvalho Mercadão, que estava há algumas semanas ocupando o terceiro lugar, teve soma de R$ 80,32. Este estabelecimento é o mais caro para o consumidor, já que o valor final da soma dos seus produtos é R$ 1,42 a mais que a soma do Makro. Vale frisar que a soma final da pesquisa considera apenas os itens encontrados em todos os atacadistas, ou seja, os produtos que não são encontrados em todos os estabelecimentos não entram na soma geral.













Fonte: Aline Damasceno e Flávia Araújo