Dilma pede que empresários tenham ‘consciência’ para baratear cesta

De acordo com Procon, cesta básica em SP teve alta de 8 a 14 de março.

A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta sexta-feira (15) que os empresários precisam ter "consciência" para reduzir os preços dos itens da cesta básica, que foram desonerados pelo governo na semana passada.

De acordo com a Fundação Procon-SP o valor da cesta no município de São Paulo apresentou alta de 0,55% no período de 8 a 14 de março, depois do anúncio da desoneração. De 31 produtos pesquisados, 14 apresentaram alta de preço, de acordo com a pesquisa diária realizada pelo órgão em convênio com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). O preço médio, que no dia 7/3 era R$ 384,58 passou para R$ 386,71 em 14/3/13.

"O governo desonerou a cesta. Nós precisamos que essa consciência seja também dos empresários, dos senhores donos dos supermercados, dos produtores, para que de fato a desoneração seja algo que todo mundo ganhe", disse ela, em cerimônia no Palácio do Planalto.

De acordo com a presidente, o governo tem feito diversas reuniões com os comerciantes e com os produtores para ?esclarecer? a importância de se repassar a desoneração aos consumidores. Ela afirmou que ?a relação do prende e arrebenta acabou? e que o Estado não deve usar ameaças ou coação.

?O governo dialoga, o governo persuade e é uma questão também que eu acho que beneficia o empresário porque se ele tiver desoneração, ele vai ter mais renda, então é muito mais pelo lado da persuasão e não da ameaça ou da coação?, afirmou em entrevista a jornalistas.

Dilma disse que a relação entre governo e sociedade deve ser de ?respeito? e que é ?fundamental para o país? a redução de tributos.

A presidente negou, no entanto, que haja pressão do governo para redução de preços. "Tenho certeza que tem vários empresários, redes que já desoneraram (os itens da cesta)".

Questionada sobre a alegação de alguns produtores de que o custo da embalagem não caiu, por isso não seria possível baixar o preço dos produtos, Dilma afirmou: ?Meu querido, o conteúdo foi [desonerada]. Então, retirem o custo do conteúdo, mantenham o da embalagem. O que não é possível é aumentar os dois?.

Desoneração

Na última sexta (8), em pronuciamento na televisão, Dilma anunciou que o governo iria zerar a incidência de PIS/Pasep-Cofins e de IPI de 16 itens: carnes (bovina, suína, aves e peixes), arroz, feijão, ovo, leite integral, café, açúcar, farinhas, pão, óleo, manteiga, frutas, legumes, sabonete, papel higiênico e pasta de dentes.

Com a redução dos impostos, em tese, o preço desses produtos vai baixar

Fonte: G1