Diminuição da jornada de trabalho mantém empregos, diz Ipea

Diminuição da jornada de trabalho mantém empregos, diz Ipea

Em relação aos empregos, 11 setores registraram queda na indústria no período.

Por ser o setor mais afetado pela crise mundial, a indústria do País teve de ajustar as jornadas de trabalho para evitar demissões, informou a pesquisa "Mercado de trabalho - conjuntura e trabalho" divulgada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) nesta quinta-feira. Segundo o órgão, as horas trabalhadas foram diminuindo com a piora do cenário econômico, mas a prática fez com que o setor mantivesse grande parte dos empregos.

De acordo com o Ipea, nos últimos 12 meses - terminados em maio - 14 dos 19 setores da indústria registraram queda nas horas de trabalho. Os líderes deste recuo foram a indústria de veículos automotores (-8,9% nas horas trabalhadas), produtos de metal (-8,8%), material eletrônico (-8,5%) e couro e calçados (-7,5%).

Em relação aos empregos, 11 setores registraram queda na indústria no período. O setor de produtos de metal teve a maior queda, com -9,9% dos empregos, seguido por couro e calçados (-5,6%), madeira (-4,5%) e material eletrônico (-2,9%).

Atualmente, as horas trabalhadas na indústria apresentam queda de 4,6% em relação ao período pré-crise. Para o Ipea, isso ocorre pois o setor enfrenta grandes dificuldades de recuperação, graças aos problemas de competitividade com a indústria internacional no mercado externo e interno.

Fonte: Terra