FMI afirma que limpeza dos balanços bancários vai condicionar recuperação

Limpeza dos bancos ainda não acabou

A limpeza dos ativos podres dos balanços bancários não está completamente encerrada, afirmou o diretor geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn.

"Ainda é preciso realizar muitas tarefas, principalmente a limpeza dos balanços bancários", destacou Strauss-Kahn em uma reunião em Genebra na sede da Organização Mundial do Comércio (OMC).

Segundo o executivo, a limpeza dos balanços dos bancos vai condicionar a rapidez com que os países vão sair da crise econômica internacional: "muitas coisas foram alcançadas, mas falta muito por fazer", completou.

Fonte: g1, www.g1.com.br