Diretoria da Aneel aprova nesta terça-feira leilão A-5

O prazo dos contratos das usinas hidrelétricas será de 30 anos

A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira o edital do leilão A-5, para a compra de energia de novas usinas hidrelétricas, eólica, solar e termelétrica, movidas a biomassa, a carvão ou a gás natural em ciclo combinado, com início de suprimento em 1º de janeiro de 2019. O leilão está marcado para o dia 30 de setembro. No total poderão ser ofertados 1.041 empreendimentos, que representam cerca de um terço da capacidade instalada no país.


O edital prevê o valor máximo dos empreendimentos, vence o grupo que ofertar o menor preço. O valor teto da energia produzida por pequenas centrais hidrelétrica (PCHs) será de R$ 158 o megawatt/hora (MWh). O preço da energia gerada por termelétricas - biomassa, carvão ou a gás natural em combinado será e R$ 197 o MWh. Para os empreendimentos das fontes eólica e solar fotovoltáica e heliotérmica de R$ 137 o MWh.

O prazo dos contratos das usinas hidrelétricas será de 30 anos; das termelétricas, de 25 anos; e dos empreendimentos solar e eólicos, de 20 anos.

Fonte: OGlobo