Dólar fecha em alta depois de pelo menos 3 pregões seguidos de queda

A moeda norte-americana subiu 0,39%, a R$ 2,2205 na venda, após acumular queda de cerca de 2% nas três sessões anteriores.

O dólar fechou em alta ante o real nesta quarta-feira (23), após três sessões consecutivas de quedas, com os investidores reagindo à mais recente pesquisa Ibope, que apontou vitória da presidente Dilma Rousseff (PT) nas eleições de outubro, destaca a Reuters.

A moeda norte-americana subiu 0,39%, a R$ 2,2205 na venda, após acumular queda de cerca de 2% nas três sessões anteriores. Segundo dados da BM&F, o giro financeiro ficou em torno de US$ 1 bilhão.

Os mercados financeiros têm mostrado desconfiança sobre a condução da política econômica do atual governo, destaca a Reuters.

"O mercado comprou a ideia de que a Dilma estava caindo e agora que o Ibope colocou dúvidas sobre essa perspectiva, (o mercado) teve que ajustar", afirmou o superintendente de câmbio da corretora Advanced, Reginaldo Siaca.

A alta do dólar nesta quarta também foi sustentada pelo quadro depreocupações geopolíticas. Na semana passada, a queda de um avião malaio no leste da Ucrânia aprofundou as tensões entre Kiev os separatistas pró-Moscou e levou os Estados Unidos e a União Europeia a aumentarem as sanções contra a Rússia. Nesse contexto, investidores evitavam comprar ativos de risco, como aqueles denominados em reais, e refugiavam-se na segurança da divisa dos EUA.

No Brasil, a moeda norte-americana continuou dentro da banda informal de R$ 2,20 a R$ 2,25 reais. Boa parte do mercado acredita que esse intervalo agradaria ao Banco Central, por não ser inflacionário e não prejudicar as exportações.

Pela manhã, a autoridade monetária vendeu a oferta total de até 4 mil swaps cambiais, que equivalem a venda futura de dólares, com volume correspondente a US$ 198,7 milhões. Foram 3 mil contratos para 2 de fevereiro de 2015 e 1 mil para 1º de junho de 2015.

O BC também vendeu a oferta total de até 7 mil swaps para rolagem dos contratos que vencem em agosto. Ao todo, o BC já rolou pouco mais da metade do lote total, que corresponde a US$ 9,457 bilhões.

Fonte: G1