Dólar fecha o dia em alta de 1,42% e se aproxima da marca de R$ 1,85

O dólar devolveu parte da queda acumulada recentemente e acompanhou o movimento dos mercados externos nesta segunda

Após um início de negócios em baixa, o dólar mudou de direção e fechou em alta nesta segunda-feira (10). A moeda norte-americana terminou o pregão vendida a R$ 1,848, em alta de 1,42%.

O dólar devolveu parte da queda acumulada recentemente e acompanhou o movimento dos mercados externos nesta segunda. Desde o início de julho, o dólar acumula queda de quase 7%.

"O único fator que está pesando é o mercado externo; bolsas caindo e a recuperação do dólar frente às moedas. O mercado (de câmbio à vista) ainda está com poucos negócios", observou o diretor de câmbio de uma corretora em São Paulo.

A queda dos mercados acionários era favorecida pelo movimento de embolso dos lucros acumulados nas últimas semanas pelos investidores. No mercado de câmbio doméstico, o volume de negócios à vista ainda não chegava a US$ 30 milhões, segundo dados disponibilizados pela BM&F.

Operadores avaliaram que com a agenda fraca de indicadores previstos para a semana, o volume de negócios no mercado de câmbio tende a não ser muito forte, com os investidores focando mais nos fluxos de recursos e notícias pontuais.

Entre os principais eventos dos próximos dias está a reunião de política monetária dos Estados Unidos na quarta-feira. As expectativas, entretanto, são de que não haja grandes novidades.

Atuação do BC

O Banco Central (BC) mantém as atuações diárias no câmbio e voltou a comprar nesta segunda a moeda americana em leilão no mercado à vista. A operação teve início às 15h01 e terminou às 15h11. A taxa aceita ficou em R$ 1,851.

Na sexta-feira da semana passada, o dólar comercial caiu 0,81%, para R$ 1,820 na compra e R$ 1,822 na venda.

Fonte: g1, www.g1.com.br