Dólar volta a patamar de R$ 2; Bovespa tem quinta baixa seguida

Última vez que moeda superou patamar foi em 22 de junho

Em um dia de altos e baixos no mercado de câmbio, o dólar fechou em alta pelo quinto pregão consecutivo nesta quarta-feira (7) e superou o patamar de R$ 2, pressionado por compras antes de um feriado no estado de São Paulo.

A moeda norte-americana avançou 1,15%, a R$ 2,016 na venda, após chegar a cair 0,4% pela manhã e a subir 1,5% no meio da tarde.

A última vez em que o dólar fechou acima de R$ 2 foi em 22 de junho, quando estava em R$ 2,023 na venda.

Para Clodoir Vieira, economista-chefe da corretora Souza Barros, a aproximação do feriado paulista estimulou investidores a comprarem dólares para se resguardarem de eventuais notícias negativas no exterior.

Freio

Segundo o diretor-executivo da NGO Corretora, Sidnei Nehme, a menor entrada de recursos tem pressionado o câmbio. "O generoso ingresso de recursos verificado nos últimos dois meses retrocedeu, e o câmbio está mostrando um movimento contrário", disse.

As incertezas quanto à recuperação da economia global continuaram preocupando os investidores.

O G8 afirmou em comunicado após reunião na Itália que a retomada mundial ainda não está garantida. Segundo a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, "com sorte" a pior fase do declínio econômico pode já ter passado.

Durante a manhã, o dólar chegou a subir frente às principais moedas mundiais reagindo à melhora das previsões do Fundo Monetário Internacional (FMI) para o crescimento da economia global em 2010.

Fonte: g1, www.g1.com.br