Economize comprando cestas prontas de Natal; confira dicas

Economize comprando cestas prontas de Natal; confira dicas

Os kits reúnem itens típicos da época e podem sair mais em conta do que adquirir os produtos separadamente

As cestas de Natal são uma tendência para quem quer economizar tempo e dinheiro na hora de comprar os alimentos para a tradicional ceia de fim de ano. Esses kits natalinos reúnem itens típicos da época e podem sair mais em conta do que adquirir os produtos separadamente.

Maria Regimênia da Silva Lima, de 33 anos, é uma das consumidoras que pretendem comprar uma cesta para o Natal deste ano.

? Os kits saem bem mais baratos. Além disso, acho tudo muito prático, pois vou conseguir comprar os principais produtos para a ceia de Natal de uma única vez.

A auxiliar de serviços gerais ainda não escolheu qual cesta vai levar para casa. Mas já tem a certeza de que item não poderá faltar: o panetone:

? As crianças adoram e já é uma tradição no Natal.

De enlatados a vinhos internacionais, as cestas agradam aos diferentes tipos de famílias. Marcas especializadas em produzir kits e empresas como a Bauducco e a Visconti têm alternativas para todos os gostos e bolsos.

O Carrefour monta seu kit natalino, com 15 itens da marca própria, por R$ 39,90. A rede Walmart tem cestas que custam entre R$ 27,90 e R$ 96,90. Aquela com produtos da marca própria da rede, Bom Preço, sai por R$ 39,90.

Os conjuntos vendidos pelo Extra e pelo Pão de Açúcar custam a partir de R$ 25,90 e chegam a R$ 63,90. Como as cestas são muito utilizadas como presentes, nas compras acima de cem kits, o cliente ganha 10% de desconto. Além disso, também há o vale-cesta, no qual o presenteado ganha um cartão que pode ser trocado por produtos de sua preferência.

O supermercado Princesa tem três cestas, e os preços variam de R$ 39,90 a R$ 89,90. O cliente também pode montar sua opção. Basta procurar o gerente da loja. O Guanabara, por sua vez, deve começar a vender os kits especiais a partir de dezembro.

É importante perceber que, segundo os principais supermercados, nem sempre é possível comparar o preço dos artigos das cestas de Natal com os mesmos itens vendidos separadamente nas lojas, porque alguns deles são lançados em versões especiais, voltadas apenas para essas opções de fim de ano.

Como escolher o kit?

As cestas natalinas são uma opção econômica para esta época do ano. Mas, na hora da compra, o consumidor deve tomar alguns cuidados antes de escolher a ideal, levando em consideração as necessidades e os hábitos de cada família. O economista Gilberto Braga, do Ibmec, afirma que o consumidor deve, primeiramente, ter a certeza de que todos os produtos que compõem o kit serão consumidos, para evitar o desperdício de alimentos e bebidas:

? Não é porque está pagando mais barato que a pessoa deve comprar itens que não vai consumir. Nessas cestas, eventualmente, podem existir itens que a família não gosta ou simplesmente não costuma comer ? acrescenta Gilberto Braga.

Outro ponto importante, segundo o economista, é avaliar se há uma redução real de preços em comparação aos produtos das cestas vendidos separadamente. Para conseguir economizar, o especialista recomenda que os consumidores pesquisem bem todos os custos, antes de fazer qualquer compra:

?Nem sempre os supermercados e as lojas reduzem os preços desses kits. Algumas vezes, a cesta de Natal é apenas a soma de determinados produtos típicos da data comemorativa dentro de uma embalagem de presente ? alerta o economista do Ibmec.

Caso a cesta saia mais cara do que a compra dos itens em separado, o consumidor pode montar seu próprio kit e presentear pessoas queridas em grande estilo.

Fonte: Extra