Em disputa com Eike Batista, ex-funcionário venderá ações

Eike e Landim travam disputa de US$ 500 milhões na Justiça



Ex-presidente da OGX, do grupo comandado por Eike Batista, Rodolfo Landim ganhou o direito de vender cerca de US$ 50 milhões em ações da petrolífera. De acordo com informações publicadas pela Folha de S.Paulo nesta quinta-feira, o juiz Luiz Roberto Ayoub da 1ª Vara Empresarial do Rio autorizou o executivo, contrariando uma cláusula no contrato com a EBX que impedia Landim de se desfazer dos papéis até novembro. O grupo EBX afirmou à publicação que deve recorrer da decisão, já que o objetivo é proteger o investidor. Landim e Eike travam uma batalha na Justiça.

Recentemente, o juiz da 4ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, Mauro Pereira Martins, julgou improcedente o pedido do ex-funcionário para indenização de 1% da holding do bilionário, o que ultrapassaria R$ 500 milhões. A ação de Landim se deveu a uma situação ocorrida em 2006 durante uma viagem de avião na qual Eike teria anotado em um cardápio a bordo da aeronave que "ele merecia uma recompensa". Eike é o oitavo homem mais rico do mundo, com uma fortuna estimada em US$ 30 bilhões, segundo ranking da revista Forbes.

Fonte: Terra, www.terra.com.br