Em queda: Governo não deixará Eletrobras perecer, diz Ministério

As ações da Eletrobras caíram quase 70% do início do ano até esta quarta-feira (21).

O presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Maurício Tolmasquim, disse nesta quinta-feira (22) que o governo federal ?não vai deixar a Eletrobras perecer.?

Nos últimos dias, a estatal registrou desvalorização de suas ações por conta da expectativa dos investidores de que ela vá aderir ao plano do governo para baratear a energia elétrica no país a partir do ano que vem.


Em queda: Governo não deixará Eletrobras perecer, diz Ministério

?A Eletrobras é necessária e o governo nunca vai deixar ela perecer?, disse Tolmasquim, ao chegar ao Ministério de Minas e Energia, em Brasília, para participar da reunião do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE).

As ações da Eletrobras caíram quase 70% do início do ano até esta quarta-feira (21) e quase 60% desde que o governo anunciou o programa de redução das tarifas de energia, no dia 6 de setembro, segundo levantamento da consultoria Economatica.

Só nesta quarta, a ação preferencial da Eletrobras desvalorizou 20,08%, fechando cotada a R$ 7,84. Foi a maior queda diária da história do papel, que alcançou o menor preço desde agosto de 2003.

Fonte: G1