Queda livre: Ações do Facebook recuam ao menor nível obtido

Queda livre: Ações do Facebook recuam ao menor nível obtido

Por volta das 11h, os papéis caiam cerca de 15%.

As ações do Facebook recuaram nesta sexta-feira ao nível mais baixo desde a abertura de capital da empresa em resposta ao prejuízo apurado no trimestre.

Por volta das 11h, os papéis caiam cerca de 15%, negociados abaixo dos US$ 23. O menor preço da ação havia sido de US$ 25,5. A Nasdaq, onde a companhia está listada, avançava pouco menos de 1%.

O mercado reage ao primeiro resultado anunciado pela companhia desde a estreia na Bolsa, uma das mais esperadas dos últimos anos. A rede social anunciou prejuízo de US$ 175 milhões. No mesmo período do ano passado, a empresa havia registrado um lucro de US$ 240 milhões.

O prejuízo trimestral foi atribuído aos gastos com compensações acionárias relacionadas ao IPO (oferta pública inicial de ações) da empresa. Excluídos esses gastos, a companhia teve lucro de US$ 295 milhões no período.

A receita da companhia aumentou 32% --para US$ 1,18 bilhão-- e ficou acima das expectativas do mercado. No segundo trimestre de 2011, a receita havia sido de US$ 895 milhões.

No trimestre, a empresa se aproximou da meta de alcançar 1 bilhão de usuários. Até junho, a rede acumulava 955 milhões de pessoas.

O número de usuários em dispositivos móveis cresceu 67% em relação ao mesmo período do ano passado, para 543 milhões pessoas.

O segmento de smartphones e tablets é uma das principais apostas da rede social.

"Nos próximos cinco anos, esperamos que 4 ou 5 bilhões de pessoas tenham smartphones. Isso é mais do que o dobro do número de pessoas que têm computadores hoje", afirmou o presidente-executivo do Facebook, Mark Zuckerberg em teleconferência.

RAIO-X: 2º TRIMESTRE 2012 x 2011

2012

Receita: US$ 1,18 bilhão

Prejuízo líquido: US$ 157 milhões

2011

Receita: US$ 895 milhões

Lucro líquido: US$ 240 milhões

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br