Empreendedor precisa ter mais paciência sem perder agilidade

Empreendedor precisa ter mais paciência sem perder agilidade

Essa colisão de pensamentos, comportamentos, visões a respeito do negócio e da vida, pode ser de extrema valia ao negócio.

Quando se discute o comportamento do empreendedor, há verdades que são confundidas com mitos e que precisam ser mais bem entendidas para o benefício dos candidatos a empreendedor. Conheça algumas delas:

Sorte

Para o empreendedor, a sorte é o encontro da oportunidade com sua capacidade de realização. O empreendedor não pensa na sorte, não conta com a sorte, mas a sorte pode aparecer e quando isso acontece ele deve estar preparado para o evento.

Por isso, quando muitos dizem que os empreendedores têm sorte, não estão errados, mas também estão sendo simplistas ao analisar os dados, uma vez que a sorte do empreendedor nada mais é que estar no lugar certo, na hora certa e com a competência certa.

Fracassar

"É muito melhor arriscar coisas grandiosas, alcançar triunfos e glórias, mesmo expondo-se a derrota, do que formar fila com os pobres de espírito que nem gozam muito nem sofrem muito, porque vivem nessa penumbra cinzenta que não conhece vitória nem derrota."

A frase de Theodore Roosevelt, presidente dos Estados Unidos, exprime um pensamento muito comum dos empreendedores. Eles arriscam, erram, fracassam, mas tentam. Não se arrependem de tentar e sabem que muitos que não tentam passam anos se lamentando por não terem dado o primeiro passo, por titubearem.

Paciência versus agilidade

Um grande desafio do empreendedor é controlar a ansiedade, dar o ritmo correto ao desenvolvimento do negócio. Se a execução ocorrer com pouca velocidade ele pode perder a oportunidade de crescer.

E se for com muita sede ao pote, ele pode tropeçar nas próprias pernas, ainda sem condições de correr na velocidade almejada. Esse equilíbrio se aprende com o tempo e com a experiência, mas se trata de um dilema que fará parte do dia a dia do empreendedor.

Experiência

A experiência traz ao empreendedor o conhecimento necessário para ser replicado e repassado a toda a equipe. Empreendedores jovens são rápidos, inovadores, ousados, mas carecem de experiência. Por isso, muitas vezes erram em áreas e decisões que os mais experientes conseguiriam contornar com maestria.

Em tese, ao montar um time, o líder pode conseguir resultados muito positivos ao trazer para a mesma equipe pessoas jovens e pessoas mais experientes. Essa colisão de pensamentos, comportamentos, visões a respeito do negócio e da vida, pode ser de extrema valia ao negócio.

Fonte: UOL