Emprego na indústria fica estável pelo 3º mês seguido

O nível de emprego no setor mantém trajetória ascendente desde dezembro de 2009 no último tipo de comparação.

O emprego na indústria nacional ficou estável em outubro, ante o mês imediatamente anterior, com ajuste sazonais, após também ter ficado praticamente estável nos dois meses anteriores (0,1% em agosto e -0,1% em setembro), informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira.

Na comparação com outubro de 2009, houve expansão de 4,2%, nona taxa positiva seguida nesse tipo de comparação. O indicador acumulado no ano somou 3,4% e o acumulado nos últimos 12 meses cresceu 2,3%, resultado mais elevado desde novembro de 2008, quando houve alta de 2,5%. O nível de emprego no setor mantém trajetória ascendente desde dezembro de 2009 no último tipo de comparação.

No entanto, o número de horas pagas recuou 0,8% frente a setembro, mês que já havia registrado queda (-0,4%). Nas comparações com os mesmos períodos de 2009, as altas foram de 4% no índice mensal e de 4,2% no acumulado dos dez primeiros meses do ano. A folha de pagamento real dos trabalhadores avançou 0,4% frente ao mês anterior.

Entre os setores, 13 dos 18 setores tiveram aumento do emprego. Os maiores avanços foram observados em máquinas e equipamentos (10,7%), meios de transporte (9,7%) e produtos de metal (10,2%).

Fonte: Terra, www.terra.com.br