Empresário faz sucesso vendendo doces na janela de seu quarto

Empresário faz sucesso vendendo doces na janela de seu quarto

Iara Battoni capricha na criação dos doces e bebidas que oferece a clientes na cidade de amparo, no interior de SP

O sonho da artista Iara Battoni, de 26 anos, sempre foi abrir seu próprio negócio. ?Eu queria ter uma ideia empreendedora. Essa ideia não vinha e eu sofria muito por isso?, conta.

Ela foi então para Campinas fazer um técnico de moda e depois para o Rio de Janeiro, onde fez um curso de Artes, Figurino e Indumentária. Logo, a jovem de Amparo, interior de São Paulo, começou a trabalhar na área.

Em um desses trabalhos, a atividade de Iara era fazer doces cenográficos, o que ela adorou. Principalmente porque isso a lembrava do período de seus 11 aos 20 anos, quando ajudava a mãe a fazer doces em casa.

A vontade de abrir seu próprio negócio bateu novamente, mas o alto custo de vida do Rio de Janeiro, em conjunto com a ausência dos amigos e família, fez com que ela voltasse para Amparo. De volta à sua antiga casa, Iara sentiu a necessidade de reformar seu antigo quarto. ?Adorava refazer a decoração do meu quarto quando era mais nova. E quando voltei para casa, quis mudar meu quarto de novo, pois estava tudo diferente, eu mudei muito durante o tempo que passei fora.? No meio do processo de redecoração, a tão esperada "ideia empreendedora" veio: e se ela vendesse doces e bebidas quentes em sua janela? Afinal, era julho de 2012, época do festival de inverno da cidade, e ela precisava de algum dinheiro enquanto não encontrasse um novo emprego.

Doceria criativa

Quatro dias depois, a janela já estava aberta. E toda decorada com desenhos e pinturas feitas por Iara representando os principais itens do cardápio, como palhas italianas e chocolate quente com conhaque. A ideia, ?A Janela da Namoradeira? ? nome escolhido em homenagem às esculturas populares de mulheres na janela ? era pra ser temporária. Mas, ?sem querer acabou dando certo?, conta Iara.


Empresário faz sucesso vendendo doces na janela de seu quarto

Graças ao apoio, tanto pessoalmente quanto pelo Facebook, de moradores da região e turistas, a ?Janela? continua aberta até hoje. A doceria criativa tem mais de 3.600 fãs em sua página e, além das vendas normais, tem parceria com uma padaria local e, de tempos em tempos, faz serviços delivery em outras cidades da região.

Um dos principais atrativos da ?Janela? é o fato de tudo em relação a ela ser pensado e customizado por Iara. Em datas comemorativas, como Páscoa, dia dos namorados e Natal, são lançados cardápios especiais, com outros quitutes e pacotes promocionais. ?Penso nos catálogos especiais como se fossem coleções. Os doces, as cores e as ideias têm que estar em harmonia. Mas uma coleção tem que se distinguir da outra, não gosto de coisas batidas?, explica Iara. São feitas muitas listas, desenhos e moldes até a execução. ?O processo de ideias costuma ser longo, leva cerca de um mês.?

No entanto, apesar do sucesso, não foi tão fácil para Iara regularizar seu negócio. ?Foi complicado por ser uma coisa diferente, duvidavam desse modelo?, explica. ?Mas continuei recebendo muito apoio, principalmente nas redes. Várias pessoas me mandavam mensagens dizendo ?não fecha a janela?. Fui persistente e enfim acabou dando tudo certo.?

E a doceria criativa de Amparo segue firme e forte. Atualmente, a ?Janela? fica aberta de quinta a domingo, e Iara trabalha sozinha, fazendo os doces, as embalagens, dando conta das encomendas. É bastante trabalho, mas ela se sente realizada. ?Tudo depende de mim. Mas ao mesmo tempo tenho autonomia total para fazer o que eu quiser.?

Fonte: Época Negócios