Empresas reutilizam estoque encalhado no mês de junho em Teresina

Resolveram reutilizar os estoques para os negócios em junho

O mês de junho é um dos mais rentáveis para os empresários do setor varejista no Piauí, por conta do Dia dos Namorados e das comemorações das festas juninas, que aquecem as vendas nos comércios durante todo o mês.

No centro de Teresina, há lojas em clima de São João, já que os empresários investiram na ornamentação da época e anunciam preços especiais para chamar a atenção dos clientes.

Mesmo com o cenário econômico brasileiro desfavorável, os empresários esperam o crescimento das vendas este ano no período junino. Por conta do Mundial de Futebol, vários produtos festivos ficaram nas prateleiras no ano passado, causando prejuízo. Foi o que aconteceu com a empresária Cláudia Braga, além das novidades deste ano, ela reutilizou os artigos que estavam guardados no estoque.

“Todos os anos eu tenho boas vendas com as Festas Juninas, por causa da Copa eu não vendi nada. Ano passado toda a nossa mercadoria sobrou e tivemos prejuízos.

Estamos esperançosos que as vendas tenham um aumento significativo. Começamos a ornamentar no final de maio e as pessoas já estão vindo comprar, já que é uma festa tradicional que todos gostam de participar”, revela.

A empresária Bené Cury está há mais de 30 anos no comércio e conta que as vendas nunca estiveram tão paradas como este ano. Segundo ela, a economia está paralisada e, por isso, não investiu o mesmo que os outros anos em novidades.

“Nós percebemos que a reclamação vem de todos os comerciantes, não está fácil para ninguém, mas temos que nos manter com o pensamento positivo para que tudo dê certo”.

As vendas devem aquecer a partir desta semana, quando iniciam as festas populares nas escolas, é o que acredita Rodilson Santos. O gerente revela que também reaproveitou muitas peças do estoque do ano passado, mas este ano a loja investiu em novos acessórios, como chapéus, colares e roupas caipiras.

“A nossa expectativa é grande, ainda é cedo para as pessoas virem comprar, geralmente elas vêm nas últimas horas, quando iniciam as festas. Esse período costuma ser bem lucrativo, já que temos duas datas importantes tão próximas.

Mesmo assim, não vemos muitas clientes procurando por presentes para os namorados, mas ainda os esperamos até o final da semana”, afirma o gerente Rodilson.

Fonte: Djalma Batista e Rhauan Macedo