"Espera por carro mais barato do mundo supera um ano", diz Time

De acordo com a Time, os automóveis começarão a ser entregues em julho, mas por causa das condições de produção

As encomendas pelo carro mais barato do mundo, o Nano, reforçaram as finanças da indiana Tata Motors. Seis semanas depois do lançamento oficial do veículo de US$ 2 mil (cerca de R$ 4,1 mil), a montadora afirmou que recebeu 203 mil pedidos com pré-pagamento durante os 16 dias de reservas encerrados em 25 de abril. De acordo com a Time, os automóveis começarão a ser entregues em julho, mas por causa das condições de produção, milhares de compradores terão que esperar um ano para receberem seus modelos.

O diretor geral da Sociedade Indiana de Produtores de Automóveis (Siam, na sigla em inglês), Dilip Chenoy, afirma que o Nano é o primeiro carro da Índia a superar 200 mil pedidos no lançamento.

Ainda segundo a publicação, o modo incomum da Tata para vender o Nano pode ajudar a empresa a aliviar a pressão financeira atual, já que possui uma dívida de US$ 3 bilhões para adquirir a Jaguar e Land Rover, da Ford. O pagamento antecipado pelo carro mais barato do mundo deve render a montadora indiana US$ 507 milhões.

A companhia se comprometeu a produzir carros 100 mil carros aos primeiros proprietários, que serão selecionados por meio de sorteio. O restante dos compradores poderão cancelar suas encomendas e receber o dinheiro de volta. Aqueles que optarem por permanecer na fila por um Nano receberão da Tata juros sobre o dinheiro aplicado pelo tempo de espera.

A espera de quem ficar de fora do sorteio de 100 mil compradores pode ser longa. A produção inicial do carro está sendo feita em uma fábrica de caminhões adaptada, no norte da Índia. A planta dedicada exclusivamente ao Nano - com capacidade de produção de 250 mil unidades ao ano - deve ser aberta apenas no próximo ano.

Fonte: Terra, www.terra.com.br