Estimativa de crescimento na safra de grãos cai no Piauí

Novos dados coletados pela Conab mostraram que a estiagem também atingiu a produção de grãos no sul do Piauí

Segundo dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a estiagem está agravando a agricultura do Piauí, também no setor de grãos.

A estimativa de crescimento da safra de grãos do Piauí na atual safra caiu de 11,2% em janeiro para 2,3% em março. Esta é uma das consequências da seca que atinge também a região dos cerrados, onde hoje se situa a maior produção agrícola.

A produção total de grãos deverá ficar em torno de 2,338 milhões de toneladas, contra 2,286 milhões da safra passada. É válido lembrar que no primeiro semestre de 2012, o principal produto da pauta de exportação nos primeiros seis meses do ano continua sendo o grão de soja. Em níveis de crescimento, o algodão teve grande destaque, pois seu aumento chegou a 62.072%.

O cerrado encontra-se em situação delicada, com ausência de chuvas há 32 dias em algumas áreas da região de Bom Jesus, onde hoje tem um setor produtivo em expansão, o que pode comprometer ainda mais a situação do setor. A soja ainda é o principal produto de exportação do Piauí e pelo novo levantamento deverá apresentar um crescimento de apenas 1,2%.

De acordo com os novos levantamentos da Conab, a produtividade da soja ficará em torno de 2.340 quilos por hectare, 17,6% menos do que os 2.860 quilos estimados inicialmente.

Este impacto é grande, principalmente se levar em conta que o Piauí ampliou sua área cultivada com soja de 444,5 mil para 546,4 mil hectares, um crescimento de 22,9%.

Já a cultura de grão deverá apresentar uma queda de 15%, neste caso, não se trata apenas das dificuldades relacionadas à falta de chuvas, mas pelo próprio comportamento do mercado.

Os movimentos promissores da soja fizeram com que muitos produtores do algodão migrassem para a soja. A área de algodão encolheu 43% em relação à safra do ano passado, passando de 21,3 mil para 12 mil hectares.

Fonte: Sarah Fontenele