""EUA ameaçam com apocalipse"", diz Miriam Leitão

Na economia, nada parou em mais este fim de semana intenso nos Estados Unidos

O socorro bilion?rio do Tesouro americano d? muito poder ao presidente dos Estados Unidos. Na economia, nada parou em mais este fim de semana intenso nos Estados Unidos.

A proposta de lei chegou ao Congresso no s?bado (20). Ela cria uma esp?cie de ditador ou czar da economia. O secret?rio do Tesouro ter? amplos poderes para comprar ativos financeiros podres de todas as institui?es financeiras - poderes que o texto estabelece que sejam concedidos de forma incondicional. No domingo (21), j? veio a primeira altera??o, estabelecendo que n?o apenas as hipotecas e produtos derivados delas, e sim todo ativo problem?tico fosse entrar no bolo.

J? no fim de semana come?ou a luta pol?tica, com o Partido Democrata estabelecendo as primeiras condi?es. A ajuda para as fam?lias no pagamento das hipotecas ? o ?bvio. Afinal, in?meras fam?lias foram despejadas. Outras est?o pagando com dificuldade as hipotecas, e os bancos n?o perdoam. A pol?cia executa ordem judicial e tira de casa quem n?o paga.

Outra exig?ncia, de limite do sal?rio dos executivos, tamb?m faz sentido. Foi exatamente atr?s dos b?nus sobre os resultados que levaram esses executivos a assumir todo o tipo de risco para elevar os lucros e, assim, seus sal?rios.

O governo n?o quer ceder nada e amea?a com o apocalipse para aumentar seus poderes no finalzinho de um governo impopular e em minoria no Congresso. O pr?ximo presidente herdar? essa bomba e um or?amento com um d?ficit, que deve superar US$ 1 trilh?o.

De investimento ao varejo: o fim de uma era

Bancos de investimentos tradicionais est?o migrando para o varejo. S?o profundas transforma?es na economia nunca antes da hist?ria daquele pa?s.

? o fim de uma era. Os bancos de investimentos dominaram o setor financeiro nos ?ltimos anos. Ao contr?rio dos bancos comerciais, de varejo, com conta corrente para o p?blico em geral, os bancos de investimento t?m como clientes apenas grandes empresas e grandes investidores. S?o especializados em produtos financeiros sofisticados e n?o eram regulados e supervisionados pelo Banco Central.

No come?o da crise, o Federal Reserve (Fed) for?ou a venda do Bear Sterns. Na semana passada, Lehman Brothers quebrou e Merrill Lynch foi vendido. Neste fim semana, Goldman Sachs e Morgan Stanley pediram para ser bancos normais, ou seja, comerciais.

Esta vai ser uma semana cheia e decisiva para esta crise. Na ter?a (23), o secret?rio do Tesouro americano, Henry Paulson, vai ? C?mara dos Deputados e na quarta-feira (24), ao Senado. As negocia?es v?o se intensificar para se votar o pacote nas duas casas at? sexta-feira (26).

H? um monte de duvidas. Por exemplo: quem e como se decide o pre?o pelo qual o Tesouro comprar? esses pap?is? Afinal, qual ? o papel do Fed, com seus 95 anos de independ?ncia?

J? h? cr?ticas ao Fed pelo fato de ele ser formado por pessoas n?o-eleitas e estar ordenando despesas que n?o passaram pelo Congresso. O mundo vai continuar prendendo a respira??o at? essa confus?o terminar.

Fonte: g1, www.g1.com.br