Faltam carros na última semana de IPI reduzido

Faltam carros na última semana de IPI reduzido

Consumidor terá dificuldade para encontrar modelos de todas as marcas e cores específicas

O brasileiro terá que arregaçar as mangas para comprar seu carro zero km na última semana de IPI (Imposto sobre Produto Industrializado) reduzido ? benefício criado pelo governo após os primeiros reflexos da crise financeira mundial para incentivar o consumo. As concessionárias da Grande São Paulo que vendem veículos das quatro maiores montadoras do país ? Ford, Volkswagen, GM e Fiat ? estão com os estoques em baixa e já faltam modelos no mercado.

A compra de última hora gera dificuldades para encontrar carros de determinadas cores e opcionais. Na Avel, concessionária Volkswagen localizada em São Bernardo do Campo, o movimento é intenso desde o início de março. De acordo com a gerente de vendas, Edinéia Zedovato, o movimento aumentou cerca de 30% em março, mas as opções são escassas.

- Nosso estoque está baixo, principalmente para modelos como Voyage, Polo, Saveiro e Gol básico. No caso do Fox 1.0, ainda temos unidades com opcionais com vidro e trava elétricas, ar condicionado e direção hidráulica. No geral, os carros básicos estão em falta porque não são muito procurados normalmente e as unidades que tínhamos acabaram.

A unidade Rebouças da Caoa, que revende veículos Ford, também registrou aumento de 30% em março na comparação com fevereiro. Segundo o gerente de vendas da unidade, Marcelo Ramos, a loja comercializou mais de 50 veículos só no último final de semana e ?a expectativa de vendas para o próximo [sábado e domingo] é ainda maior?. Ramos também confirma a ausência de alguns modelos como o Focus.

- Em geral, estamos com dificuldades para a pronta entrega. O Ká, por exemplo, está em falta. Mas, no caso do Fiesta, por exemplo, temos cerca de cem unidades no estoque, que vão durar cerca de dez dias.

Na unidade Rebouças da Carrera, revenda da GM na capital, o movimento dobrou nos primeiros 15 dias de março na comparação com o mês inteiro de fevereiro. De acordo com o vendedor Alan Dias, as vendas também melhoraram: só no final de semana passado 16 carros zero km foram vendidos na unidade ? aumento de 60% em comparação a um final de semana ?normal?. Assim como na concorrência, a loja sofre com os modelos esgotados.

- O Ágile, que é produzido na Argentina, leva 40 dias para chegar. Ou seja, quem pretendia comprar o carro com o desconto do IPI não poderá mais fazê-lo. O Astra Hatch automático, a Blazer e a Zafira também estão em falta. Com os outros modelos, nosso principal problema são as cores ? faltam as metálicas. Por outro lado, temos todos os populares ? Classic, Corsa hatch e Celta ? a pronta entrega. Agora, nosso medo é o mês que vem, quando deveremos ter uma queda nas vendas.

A última semana do IPI reduzido também pegou a Fiat de surpresa. Segundo Valdir Castro, gerente de vendas de uma loja do Grupo Sinal, que fica na avenida Nove de Julho, estão em falta modelos que custam entre R$ 40 e R$ 50 mil ? casos do Punto, da Doblô Adventure e do Palio Weekend Adventure. Por outro lado, o vendedor afirma que os populares ? como Palio, Siena, Mille ? não faltarão. Castro está otimista para a última semana de IPI reduzido.

- Até agora [no mês de março], já vendemos cerca de 140 veículos. Em meses normais, vendemos 150 veículos, mas para este mês, nossa expectativa é vender 200 unidades.

Fonte: r7