Famílias brasileiras devem gastar 6,1% menos neste Natal, diz pesquisa

Crescimento menor dos salários também contribui para redução da projeção de compras, acrescentou a Divisão Econômica da CNC.

As famílias brasileiras devem gastar menos este Natal, prevê a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). A CNC divulgou nesta terça-feira previsão de queda de 6,1% nas vendas em 2013 em relação ao ano passado. Na comparação com novembro, o índice que mede a Intenção de Consumo das Famílias subiu 0,9%.

De acordo com a CNC, as famílias estão menos otimistas este Natal e devem deixar de comprar preocupadas com aumento do custo do crédito e da inflação. Crescimento menor dos salários também contribui para redução da projeção de compras, acrescentou a Divisão Econômica da CNC.

Na comparação anual, caíram todos os indicadores que medem a Intenção de Consumo das Famílias (ICF). Os maiores recuos foram na intenção de comprar a prazo (11,9%), bens duráveis (11,5%) e em relação à perspectiva profissional (6,1%). Também diminuiu o índice de consumo atual (6%).

De acordo com a CNC, o recuo no item que mede a compra de bens duráveis revela, na prática, a dificuldade de conseguir empréstimo para comprar itens como geladeira e fogões, além da ausência de medidas de estímulo, como em 2012.

Ano passado, o governo reduziu o Imposto sobre Produto Industrializado (IPI), para tentar alavancar o consumo. Entre eles, estavam itens da linha branca, como os fogões e as geladeiras.

Fonte: Terra