Fatia de cheques sem fundos cai e atinge menor nível de 2012

1,87% dos cheques foram devolvidos por falta de fundos em setembro. Percentual é o menor registrado em 2012 até o momento, diz Serasa

O percentual de cheques devolvidos por falta de fundos no país caiu pelo terceiro mês seguido em setembro, para a fatia de 1,87% do total de compensados, aponta nesta segunda-feira (22) a Serasa Experian. O percentual é o menor registrado em 2012 até o momento.

Em agosto, houve 1,97% de devoluções, e em setembro de 2011, 1,82%.

No acumulado do ano, os cheques devolvidos registraram 2,03%, patamar maior que os 1,92% observados de janeiro a setembro de 2011.

O recuo dos cheques sem fundos sobre os compensados em setembro é justificado pelo fato de o consumidor estar priorizando a quitação de dívidas e, assim, evitando novos parcelamentos no pré-datado, avaliam os economistas da Serasa, em nota.

No acumulado do ano, de janeiro a setembro, a devolução de cheques por falta de fundos é superior à verificada em igual período de 2011, em decorrência do forte crescimento dos cheques não honrados no primeiro semestre deste ano, avaliam.

Regiões

Nos nove primeiros meses de 2012, Roraima foi o estado com o maior percentual de cheques devolvidos (12,03%).

São Paulo, por sua vez, foi o estado de menor percentual (1,49%).

A região Norte foi a com maior percentual de devolução de cheques de janeiro a setembro de 2012, com 4,41%. Na outra ponta do ranking está a Sudeste, com 1,61%.

Fonte: G1