Faturamento da indústria cresce 11,3% e bate recorde

Dados mostram que faturamento também avançou sobre o ano de 2008.

Nunca antes a indústria brasileira faturou tanto. Dados da Confederação Nacional da Indústria (CNI) nesta quinta-feira (4) mostram que o faturamento da indústria subiu expressivos 11,3% de janeiro a setembro deste ano. Na comparação com o ano de 2008, recorde anterior, o faturamento industrial avançou 3,5%. No terceiro trimestre deste ano, sobre os três meses anteriores, a taxa de expansão do faturamento foi de 3,90%.

No mês de setembro, na comparação com agosto, a entidade informou que houve um crescimento de 1,9%. "O faturamento de 2010 mostra um movimento intercalado entre crescimento e queda durante, praticamente, todo ano de 2010 - até setembro. Esse desempenho oscilante quanto à trajetória da atividade industrial ocorre desde o segundo trimestre", avaliou a CNI, por meio de documento.

Emprego industrial

Segundo informações da Confederação Nacional da Indústria, o emprego industrial também avançou em setembro, quando foi registrado o crescimento de 0,5% contra agosto deste ano. De janeiro a setembro deste ano, a taxa de expansão foi de 5,3%. "O mercado de trabalho continua aquecido: o último registro de queda do emprego foi em junho de 2009, há 15 meses", informou a CNI.

Horas trabalhadas

Já as horas trabalhadas, indicador relacionado com o nível de produção da indústria, registraram, porém, queda de 0,4% de agosto para setembro. A queda fo registrada após dois meses de crescimento, informou a entidade. No acumulado deste ano, entretanto, as horas trabalhadas na produção registraram um aumento de 8%.

Fonte: g1, www.g1.com.br