Feriados, como o de Carnaval, vão causar perdas de R$ 44,9 bi

Feriados, como o de Carnaval, vão causar perdas de R$ 44,9 bi

O Piauí, com feriados estaduais e municipais, terá, ao todo, 10 feriados nos dias úteis durante todo o ano.

Os feriados nacionais e estaduais de 2012 juntos podem chegar a custar R$ 44,9 bilhões para a indústria

brasileira, segundo dados divulgados pela FIRJAN (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro).

De acordo com a organização, a perda equivale ao dobro do orçamento do Ministério dos Transportes e

significa que a economia pode deixar de produzir até 4,4% do PIB industrial.

O valor calculado pela federação é 21% maior do que o estimado para o ano passado. Isso porque os

feriados este ano ocorrerão em terças e quintas-feiras ? possibilitando que as segundas e sextas sejam ?enforcadas? junto com a folga -, o que não aconteceu em 2011.

Para o presidente do Sindicato dos Lojistas e Comércio de Teresina (Sindilojas), Luís Antônio Veloso, ?sempre que a indústria para, a riqueza deixa de ser produzida e deixam de circular as mercadorias, por isso é um grande prejuízo tanto para a indústria quanto para o comércio?, pontua.

Ao todo, sete feriados nacionais ocorrem em terças ou quintas-feiras: Carnaval (20 e 21 de fevereiro, segunda e terça), Dia do Trabalho (1º de maio, terça), Corpus Christi (23 de junho, quinta) e Proclamação da República (15 de novembro, quinta) e Natal (25 de dezembro, terça). Os feriados da Paixão de Cristo (6 de abril), Independência do Brasil (7 de setembro), Nossa Sra. Aparecida (12 de outubro) e Finados (2 de novembro) caem todos em uma sexta-feira.

Luís Antônio Veloso explica que algumas alternativas são usadas para compensar o número de feriados e que, muitas vezes, elas são resultado de acordo entre os sindicatos de classes e os sindicatos patronais. ?Temos feito negociações nos períodos mais movimentados, aumentando a carga horária de atendimento e dispensando os empregados em datas que não contribuem tanto para as venda, como é o caso do Carnaval?, finaliza.

Além dos feriados nacionais, ainda existem os feriados estaduais e municipais. O Rio de Janeiro e o Acre são os estados com o maior número de feriados estaduais que caem em dias de semana (são três em cada um). O Piauí, com feriados estaduais e municipais, terá, ao todo, 10 feriados nos dias úteis durante todo o ano. A FIRJAN prevê, então, que esses serão os estados que terão a maior perda relativa ? cerca de 5,3% do PIB industrial. O estudo aponta ainda que os estados mais industrializados são os que mais

devem sofrer perdas em sua produção industrial.

Fonte: Marcilany Rodrigues