FGV: 18% das empresas querem aumentar o quadro de funcionário

A proporção de empresas que consideram o nível atual de demanda como forte passou de 14,9% para 14,0%.

O ICI (Índice de Confiança da Indústria) caiu 1,6% em setembro ante agosto, para 101,1 pontos, registrando a nona queda consecutiva. O indicador é o menor desde agosto de 2009, segundo os dados divulgados nesta sexta-feira pela FGV (Fundação Getulio Vargas).


FGV: 18% das empresas querem aumentar o quadro de funcionário

O IE (Índice de Expectativas) recuou 2,6%, para 99,2 pontos, ficando abaixo da linha divisória entre expectativas favoráveis e desfavoráveis pela primeira vez desde agosto de 2009. Já o ISA (Índice da Situação Atual) caiu 0,6%, para 102,9 pontos, o menor nível desde agosto de 2009.

A proporção de empresas que consideram o nível atual de demanda como forte passou de 14,9% para 14,0%, enquanto a parcela das que o avaliam como fraco aumentou de 10,6% para 11,7%.

Das 1.241 empresas consultadas pela FGV, 17,7% preveem elevar o número de funcionários nos três meses seguintes, ante 22,6% em agosto, enquanto 12,6% pretendem diminui-lo --percentual que era 11,9% no mês anterior.

Em setembro, o nível de utilização da capacidade instalada se manteve em 83,6%, o menor patamar desde novembro de 2009 (82,9%).

Fonte: Folha.com