Fim do IPI reduzido para fogão e geladeira está em estudo

Ministro disse que consumidores devem aproveitar prazo já fixado

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, disse nesta quinta-feira (15) que o Ministério da Fazenda ainda estuda se haverá ou não a prorrogação da redução das alíquotas do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para produtos da linha branca. A linha branca envolve itens eletrodomésticos como fogões, geladeiras e máquinas de lavar.

Segundo ele, haverá uma definição até o final do mês, quando terminaria o prazo do benefício. O ministro, no entanto, recomendou que, quem tiver dinheiro, que compre agora. "O presidente tem dito que quer que as donas de casa comprem máquina de lavar para não lavarem roupa na mão e comprem fogão para os maridos fazerem o almoço de domingo com um fogão mais novo", disse o ministro.

Restituição do Imposto de Renda

Paulo Bernardo evitou comentar sobre a devolução das restituições do Imposto de Renda que estariam sendo represadas por dificuldades na arrecadação de receitas. Ele disse que esse é um assunto do Ministério da Fazenda, mas lembrou que este ano o governo tem uma situação mais apertada do ponto de vista fiscal, com redução das receitas. Ele destacou, no entanto, que, apesar disso, o governo aumentou o auxílio a Estados e municípios e manteve os programas sociais e os investimentos. "Vamos conseguir fechar as contas. Com aperto, mas vai dar certo", afirmou Paulo Bernardo, lembrando que o governo foi obrigado a reduzir a meta do superávit primário.

Fonte: g1, www.g1.com.br