Financiamento para casa própria fecha 2009 com maior valume de contratação da história

Financiamento para casa própria fecha 2009 com maior valume de contratação da história

Volume mais que dobrou, superando marca de R$ 47 bilhões

A Caixa Econômica Federal informou nesta quarta-feira (27) que fechou o ano de 2009 com o maior volume de contratação de financiamento habitacional da história. No ano, o banco concedeu um total de R$ 47,05 bilhões em empréstimo imobiliário, volume 102% superior ao de 2008, e 9,4 vezes o realizado em 2003.

"Para o setor de financiamento imobiliário, não houve crise", afirmou o vice-presidente da instituição, Jorge Hereda. Dos R$ 47,05 bilhões financiados em 2009, R$ 14,1 bilhões foram destinados ao programa de moradia popular "Minha casa minha vida", que concedeu 275.528 financiamentos. Segundo Hereda, o foco da Caixa é concentrar forças na concessão de financiamentos do "Minha Casa, Minha Vida" para cumprir a meta de financiar 1 milhão de unidades habitacionais até 2010, promessa do governo para o programa habitacional "Minha Casa, Minha Vida".

"Nossa meta é colocar para dentro da Caixa todas as propostas (de financiamento) até junho, e daí teremos seis meses para cumprir a meta de 1 milhão (de financiamentos contratados)", afirmou o executivo, que afirma que o montante será alcançado graças à continuidade do bom ritmo de contratações.

"O "Minha Casa" vai ser o programa em que vamos colocar mais peso em 2010. Se a gente tiver que decidir entre uma contratação dele e de outro programa, vamos optar pelo "Minha Casa"", diz o executivo. 2009 De acordo com a Caixa, o volume emprestado durante o ano passado corresponde a 71% de todo o crédito imobiliário do mercado. "Ocupamos um espaço que os outros bancos deixaram no mercado", diz o vice-presidente do banco.

No ano passado, as linhas de empréstimo com recurso do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) tiveram crescimento de 65%, o que equivale a 284.791 novos contratos. Os financiamentos para imóveis novos ou na planta alcançaram R$ 9,4 bilhões, 109% a mais que 2008. A quantidade de unidades aumentou 31%, de 110.021 imóveis em 2008 para 144.309 em 2009.

Para financiamento de imóveis usados, houve alta de 36% no ano passado, de R$ 5,74 bilhões em 2008 para R$ 7,84 bilhões em 2009.

"Minha casa, Minha vida"

Dentro do programa, segundo a Caixa, o destaque foi o crédito destinado a famílias com renda de zero a três salários mínimos: foram contratadas 168.926 propostas de construção de novas unidades, representando 42% da meta estabelecida pelo governo federal para o programa. Para todas as faixas de renda, haviam sido contratadas 656.368 unidades dentro do programa, correspondente a 66% da meta estabelecida.

Fonte: g1, www.g1.com.br