FMI diz que pode elevar estimativa de crescimento do Brasil

Afirmação é de Murilo Portugal, um dos executivos do Fundo

O Fundo Monetário Internacional (FMI) admitiu nesta terça-feira (18) que pode elevar a projeção de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro em 2010, atualmente em 5,5%.

"É possível que iremos revisar as projeções. No caso do Brasil, pode ter um número maior", disse Murilo Portugal, vice-diretor-gerente do Fundo, a jornalistas, após participar de evento em São Paulo.

A projeção do FMI para a expansão da economia mundial neste ano é de 4,2% e, segundo Portugal, os números preliminares do segundo trimestre indicam que esse ritmo está caminhando como previsto.

No entanto, há grande descompasso entre países desenvolvidos, com desempenho mais fraco, e o bloco emergente, que cresce com mais força. Nesse sentido, alguns países vêm se destacando --caso do Brasil, apontado por Portugal como um dos motores da recuperação econômica global.

"O Brasil já está numa etapa mais avançada da recuperação, e deve continuar apresentando bom desempenho na comparação com os demais países."

Contudo, ele ponderou que é necessário que o país eleve seu nível de investimentos para que consiga manter um crescimento sustentado e promover reformas estruturais. "O desafio, agora, é saber administrar bem tempos de bonança."

O Fundo elevou no final de abril sua previsão de crescimento para a economia do Brasil em 2010 e 2011, para 5,5% e 4,1%, respectivamente.

Fonte: g1, www.g1.com.br