Nas próximas semanas, gasolina poderá ter reajuste

Nas próximas semanas, gasolina poderá ter reajuste

O governo já anunciou o reajuste nas refinarias do petróleo, o que falta agora é ser confirmado o reajuste nas bombas de gasolina de todo o país.

Se muitos teresinenses já estavam incomodados com o preço do litro de gasolina, pode se preparar para colocar ainda mais a mão no bolso.

Segundo previsão feita pelo Sindicato dos Postos de Combustíveis do Piauí e com base na tabela da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o preço do combustível pode aumentar e chegar ao valor de R$ 2,80 na capital nas próximas semanas.

De acordo com a última pesquisa realizada pela ANP, caso a projeção se confirme, a majoração será de aproximadamente 3,7%, considerando o valor médio comercializado pelos postos da cidade que é de R$ 2,67. Para o teresinense,que até então desembolsava um valor de R$ 2,79 pelo litro de gasolina, o reajuste só vem afetar.

?Para mim, essa ação só trará prejuízos, pois todos os dias tenho que abastecer o tanque do meu carro com meio litro de gasolina. Acredito que irá pesar um pouco no bolso, haja vista que há tempos o valor da bandeirada não sobe?, conclui Lourival Moura, que trabalha como taxista na capital.

Robert Athaíde, presidente do Sindicato dos Postos de Combustíveis do Estado, aponta que o aumento de preço nas bombas tende a ocorrer na cidade motivado pelo preço cobrado pelas distribuidoras.

Ele explica que, no início, esse aumento era pequeno, em torno de R$ 0,01 a R$ 0,02, todavia, recentemente o aumento constatado foi de R$ 0,06 de uma vez só.

No entanto, para barrar esse aumento nos postos de gasolina, o governo anuncia que vai zerar a alíquota da Cide, o imposto dos combustíveis e ainda abrir mão da arrecadação para evitar alta nos preços da gasolina e do diesel para que não prejudique o bolso do consumidor.

Fonte: Erica Maciel paz e Thauana Cavalcante