Gastos com higiene e beleza mais do que dobrou em dez anos

Gastos com higiene e beleza mais do que dobrou em dez anos

De acordo com o levantamento, em 2003, foram destinados R$ 26,5 bilhões para este tipo de produto, enquanto, este ano, devem ser destinados R$ 59,3 bi

Os gastos dos brasileiros com produtos e serviços de higiene pessoal e beleza cresceram 124% nos últimos dez anos, segundo apontam dados divulgados nesta quinta-feira (6) pelo Instituto Data Popular.

De acordo com o levantamento, em 2003, foram destinados R$ 26,5 bilhões para este tipo de produto, enquanto, este ano, devem ser destinados R$ 59,3 bilhões. Para o Instituto, a expansão feminina no mercado de trabalho é uma das principais responsáveis por tal incremento.

"Embora não sejam as únicas responsáveis pelos gastos com produtos e serviços de beleza e cuidados pessoais, as mulheres determinam grande parte do destino do dinheiro nessa categoria (...). Nossas pesquisas demonstram que o aumento de mulheres no mercado de trabalho influenciou diretamente no crescimento do consumo de produtos e serviços de beleza. No período de vinte anos, o número de mulheres com carteira assinada chegou a 157%. Enquanto ela trabalhava apenas em casa não havia esta grande preocupação com a aparência, mas mudando de cenário, a tendência é se adequar às exigências do local para ser aceita e incluída naquele ambiente", analisa o sócio diretor do Data Popular, Renato Meirelles.

Classe C

Observando os dados por classe social, o estudo prevê que a classe média seja responsável por quase metade dos gastos, com 47,4% do total.

A classe alta aparece em seguida, com 34,2%, enquanto a classe baixa responderá por 18,4 dos gastos.

Fonte: UOL