GM terá 15 novidades até 2012 no Brasil

Fabricante destinará R$ 1,4 bilhão para unidades do estado de São Paulo

A General Motors do Brasil anunciou na noite da última segunda-feira (22) um investimento de R$ 1,4 bilhão para suas unidades de São Caetano do Sul e Mogi das Cruzes, ambas em São Paulo. A quantia faz parte dos R$ 5 bilhões que a empresa já havia confirmado ao país para o período 2008-2012. A cerimônia, realizada no Palácio Bandeirantes, sede do governo estadual paulista, contou com a presença de José Serra.

Do recurso recém-destinado para São Paulo, R$ 1,350 bilhão serão utilizados para modernização e adequação da planta de São Caetano do Sul para a produção ?de dois novos carros baseados nas novas arquiteturas globais da empresa?. A verba também propiciará um aumento da ordem de 30% da capacidade produtiva da unidade localizada no ABC paulista além da nacionalização de peças com fornecedores. ?Esperamos criar um número considerável de postos de trabalho em São Caetano com o investimento, só que ainda não é possível informar a quantidade exata pois dependerá da demanda?, acrescentou Jaime Ardila, presidente da GM para o Brasil e Mercosul.

A unidade de Mogi das Cruzes, por sua vez, receberá R$ 50 milhões no total para atender as necessidades de peças utilizadas na sede da GM no Brasil, em São Caetano. A planta em questão contratará mais 190 pessoas e terá 950 empregados em seu quadro. A produção contemplará desde componentes estampados até conjuntos e subconjuntos para os modelos atualmente em linha.

Apesar da fabricante não revelar o nome da arquitetura em questão, o Carro Online apurou que as duas novas plataformas que serão feitas por aqui contemplam carros de porte médio-grande e não tem qualquer ligação com a família Viva, do Agile, ou do Projeto Onix, substitutos do Celta e Prisma que serão desenvolvidos em Gravataí (RS). ?Os dois novos produtos de São Caetano serão de grande volume, com produção em torno de 50.000 unidades anuais cada, e serão lançados no 2º semestre de 2011?, explicou Ardila.

O principal executivo da marca também revelou ao Carro Online que, além dos quatro lançamentos de produtos inéditos programados para este ano, a GM lançará mais cinco novos carros em 2011 e seis em 2012, quando espera ter sua linha completamente renovada. Segundo Ardila, mesmo que a retaliação comercial entre Brasil e EUA se concretize, o projeto de importação do sedã grande Malibu ao país será mantido e a chegada do Camaro, recém-anunciada por Tim Lee, também não sofrerá atrasos já que o esportivo será trazido do Canadá.

Fonte: Terra