Governo anuncia corte de tributos sobre a cerveja; Sobe 2,15%

Governo anuncia corte de tributos sobre a cerveja; Sobe 2,15%

A decisão foi tomada após o compromisso do setor de elevar investimentos e empregos, e de renovar a frota de caminhões.

O governo decidiu reduzir os tributos sobre a cerveja que entrariam em vigor na próxima segunda-feira (1º), informou a Receita Federal no fim da tarde desta sexta-feira (28). A decisão foi tomada após o compromisso do setor de elevar investimentos e empregos, e de renovar a frota de caminhões.

A carga tributária sobre a lata de cerveja, por exemplo, que estava prevista para subir a 10,93%, será de 10,50%. A alíquota mais elevada entrará em vigor apenas em abril de 2013.

Apesar de o aumento do tributo ter sido adiado, a alta nos preços da cerveja para o consumidor deve ocorrer a partir de segunda-feira (1º) em 2,15%. Se não houvesse o adiamento da entrada em vigor da nova carga, a elevação nos preços seria de 2,85%, segundo o secretário da Receita Federal, Carlos Alberto Barreto.

Governo deixará de arrecadar R$ 76 milhões neste ano

O secretário da Receita afirmou que o governo também aumentou o prazo do aumento da carga. Antes, haveria aumento anual de 6,25% por quatro anos sobre a carga de IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) e PIS/Cofins. Agora, será semestral de 2% durante seis anos.

Com essa mudança, o governo deixará de arrecadar R$ 76,3 milhões em 2012, e R$ 401,1 milhões em 2013, informou a Receita Federal.

Ele afirmou que se a indústria não cumprir com o acordo firmado, a carga tributária será elevada como estava previsto anteriormente.

Barreto disse ainda esperar que essa medida contribua com o controle da inflação neste e no próximo ano. "Esperamos que isso vá influenciar no controle dos índices de inflação", sustentou o secretário.

Fonte: G1