Governo descarta aumento da gasolina e do gás em 2012

Preço médio do litro do combustível está em R$ 2,72, enquanto botijão sai por R$ 39.

A gasolina e o gás de cozinha deverão manter os preços atuais até o fim do ano, segundo ata do Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Central divulgada nesta quinta-feira (19). A conta de telefone deverá ficar mais barata, enquanto a de energia deverá subir.

A última pesquisa de preços da gasolina, feita pela ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), indica que o valor médio do produto está em R$ 2,72, enquanto o botijão de 13 kg de gás está cotado em R$ 39,17, em média, no País.

As tarifas de telefonia fixa, por outro lado, deverão aliviar o bolso do consumidor, já que deverão encerrar o ano 1% mais baratas ? contra previsão de alta de 1,5% na ata da reunião de maio.

A eletricidade, porém, deve pesar mais no bolso do brasileiro no final de 2012. O Banco Central espera por um reajuste médio de 1,4% no fim de 2012 ? uma leve aceleração em relação aos 1,3% previstos em maio.

Com isso, a inflação oficial, medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), deverá terminar o ano perto do centro da meta, que é de 4,5%.

Para isso acontecer, o BC levou em conta o preço médio do dólar em R$ 2 e a taxa básica de juros em 8,5% ao ano na média de 2012. Para 2013, a mediana das projeções de inflação também se reduziu de 5,6% para 5,5%.

Fonte: R7, www.r7.com