Governo deve cortar impostos para massificar internet

Governo deve cortar impostos para massificar internet

Estudo aponta necessidade reduzir custo do serviço para a baixa renda

Estudo divulgado nesta segunda-feira (5) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) aponta que o governo federal precisa cortar impostos para ampliar o acesso à internet banda larga entre as famílias de baixa renda no país.

De acordo com o estudo, a desoneração feita pelo governo na produção de computadores não é suficiente para elevar o uso do equipamento como prevê o Plano Nacional de Banda Larga (PNBL), cuja meta é massificar o acesso à internet de alta velocidade no país até o final de 2014.

O estudo sugere ainda que o governo adote outras formas de acesso para perseguir a meta de conectar as famílias de baixa renda à internet, entre elas o uso do celular e até de televisores. Também aponta a necessidade de ampliação da rede de telecentros.

Ainda de acordo com o documento, o preço de R$ 29 a R$ 35 estabelecido para a assinatura do serviço dentro do PNBL, acordado entre o governo e operadoras de telefonia, ainda é muito alto para uma faixa das famílias de baixa renda.

Nesse sentido, o estudo afirma que é necessária a criação de modelos de negócio condizentes com a disponibilidade de renda dessas famílias. Entre as opções estão a oferta de planos pré-pagos e preços fracionados para acesso à internet, de modo a reduzir ainda mais o custo do serviço.

Fonte: G1