Governo liberará recursos para vítimas de seca do Nordeste e MG

O anúncio foi feito durante uma reunião com governadores do Nordeste, na segunda-feira (23), em Sergipe.

O governo federal anunciou que dará mais dinheiro para ajudar os agricultores do Nordeste e do norte de Minas Gerais que estão em áreas afetadas pela seca.

O anúncio foi feito durante uma reunião com governadores do Nordeste, na segunda-feira (23), em Sergipe. A presidente Dilma Rousseff liberou R$ 2,7 bilhões para ações emergenciais como: distribuição de água pela operação carro-pipa, que é coordenada pelo Exército; construção de cisternas, açudes e perfuração de poços.

Também está previsto o aumento do número de agricultores beneficiados pelo Programa Garantia Safra. Para quem não é atendido pelo seguro, será criado o Bolsa Estiagem no valor de R$ 400, pagos em cinco vezes. Linhas de crédito especiais, com juros entre 1% e 3,5% ao ano, devem atender agricultores, pecuaristas e a agroindústria.

Vários ministérios participam desse pacote de ações coordenadas pelo ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho. ?A resolução aprovada no Condel permitirá ao Banco do Nordeste a regulamentação da decisão da presidente Dilma e dentro de oito dias, a partir de sexta-feira (27), as agências estarão aptas a receber as demandas dos pequenos agricultores e de todos os setores da atividade econômica do interior do Nordeste que estão sendo afetada pela estiagem?, diz.

Segundo Fernando Bezerra, dos R$ 2,7 bilhões anunciados pela presidente, R$ 1 bilhão já estava comprometido com obras para construção de cisternas e para o Garantia Safra. Os recursos novos correspondem a R$ 1,7 bilhão.

Fonte: G1