Governo pretende tornar o Piauí um estadp forte economicamente

Oficina norteia ações de desenvolvimento

Seis áreas do Governo sendo trabalhadas à exaustão. Social, infraestrutura, segurança, desenvolvimento urbano, desenvolvimento rural e institucional. O objetivo é traçar metas para que o Piauí se torne uma das grandes potências do país em termos de desenvolvimento nos próximos anos.

Esse é basicamente o resumo da Oficina de Planejamento Estratégico 2010 que teve sua abertura nesta segunda-feira (8) e prossegue até esta terça-feira (9), no Rio Poty Hotel. Sérgio Miranda, secretário estadual de Planejamento, explica que nesses dois dias serão abordadas as temáticas que cada área tem que cumprir.

Ou seja, o dever de casa e o plano que cada uma tem que ter para chegar em 2022 com um estágio de desenvolvimento considerado bom. Segundo ele, o principal item a ser buscado é atingir o Índice de Desenvolvimento Humano em 0,8. ?Queremos um Estado considerável e que seja razoável para a população viver bem.

Nesse sentido, trabalhamos a meta de atingir um IDH 0,8 até antes de 2022. A nossa meta é ultrapassar esse IDH chegando a 0,822, que seria um número de uma região desenvolvida em qualquer lugar do mundo?, esclarece.

Sérgio Miranda

O secretário frisou ainda que é importante lembrar que não se faz desenvolvimento só com educação, só com saúde, ou desenvolvimento urbano ou modernização do Estado. ?É importante somar cada uma dessas coisas. Todas essas áreas são relevantes e têm o que contribuir para desenvolver ainda mais o Piauí. É isso que vamos fazer aqui hoje, trabalhar todas elas de forma individual, mas ao mesmo tempo integradas?, completa. A

Oficina de Planejamento

Estratégico 2010, do Governo do Estado, visa, principalmente, validar, definir e apontar tudo aquilo que já foi feito para o desenvolvimento do Piauí nesses últimos sete anos. O objetivo da oficina é apresentar um balanço das principais ações executadas desde 2003, planejar as políticas públicas para este ano e fazer uma projeção do que precisa ser feito até 2022 para tornar o Piauí um Estado ainda mais desenvolvido.

Miranda relembrou que, quando assumiu o governo, Wellington Dias fez uma projeção e definiu o seu horizonte de planejamento sendo feito em 20 anos. ?Ou seja, até 2022 temos o desafio de superar a marca do subdesenvolvimento na qual se encontrava o Estado em 2002. A nossa ideia é, então, a partir dessa oficina, deixar bem claro o que ainda vai precisar ser feito após o final do governo para atingir esse nível de desenvolvimento?, explicou.

A Oficina de Planejamento Estratégico 2010 do Governo do Estado reúne gestores estaduais e os representantes dos órgãos federais que mantêm parceria com o Governo do Estado. Além disso, haverá uma reunião ampliada do Conselho Estadual de Desenvolvimento Sustentável (CEDS), que é o órgão máximo de deliberação das políticas públicas que nortearão a ação governamental no Piauí.

Fonte: CCOM, www.pi.gov.br